Artigos Jurídicos

Após convênio de sucesso para liberar alvarás na pandemia, OABRJ garante novos avanços para a advocacia junto ao BB

Ordem obteve link do comprovante de resgate de depósito e reivindicou reabertura dos postos nos fóruns
Representada pelo assessor executivo da Presidência, Carlos André Pedrazzi, e pelo procurador-geral, Alfredo Hilário, a OABRJ garantiu, nesta quinta-feira, dia 4, novos projetos em parceria com o Banco do Brasil. Esta interlocução constante que a Seccional estabelece com o banco já gerou frutos decisivos para a classe. O mais importante deles é um convênio que já viabilizou o pagamento de milhares de alvarás judiciais durante a crise da Covid-19.

Em reunião com o superintendente comercial do banco, José Aparecido de Oliveira; o gerente-geral, Everaldo Antonio Schneider; e o gerente de relacionamento, Leandro Alves Souza, os advogados conseguiram que o banco disponibilizasse um link de acesso ao comprovante de resgate de depósito judicial (o novo serviço ficará disponível em breve na Área Restrita aqui do Portal da OABRJ) e pediram que os postos de atendimento nos fóruns fossem reabertos, diante da melhora nos índices epidemiológicos do estado.

A necessidade de o BB dar mais celeridade à liberação dos mandados de pagamento e de criar uma estrutura física para atendimento da OAB e dos colegas também foi levantada.

“A reabertura dos postos nos tribunais é um facilitador da rotina profissional dos colegas e também uma garantia de segurança para a advocacia e o cidadão”, explica Hilário.

“Durante a pandemia, a boa relação que a gestão Luciano Bandeira estabeleceu com o BB foi fundamental para que a classe tivesse acesso ao fruto do seu trabalho, os honorários advocatícios pagos através de alvarás. Vamos continuar avançando, é fundamental que a Ordem continue aprofundando essa relação em prol da melhoria do atendimento à advocacia. Ganham a advocacia e todos os jurisdicionados”.

Pedrazzi ressaltou que o canal que a OABRJ estabeleceu com o BB encurta a distância entre o banco e a advocacia, o que contribuirá com o trabalho dos presidentes de subseção.

“As lideranças das subseções sabem como ninguém das demandas específicas da advocacia de suas localidades em relação ao banco. Esse fórum permanente servirá também para tratar dessas questões específicas dos advogados e advogadas do interior, o que contribuirá com o trabalho dos presidentes de subseção na defesa dos interesses dos colegas”, diz Pedrazzi.

Fonte:www.oabrj.org.br

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo