Artigos Jurídicos

Moraes prorroga inquérito que apura interferência de Bolsonaro na PF

De acordo com o relator, há investigações e diligências em andamento, entre elas o depoimento do presidente da República.
O ministro Alexandre de Moraes, do STF, prorrogou por mais 90 dias o Inq 4.831, que apura declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro sobre suposta tentativa de interferência política do presidente da República, Jair Bolsonaro, na Polícia Federal.

A prorrogação se deve à necessidade de prosseguimento das investigações e à existência de diligências em andamento, e começará a contar a partir do encerramento do prazo final anterior (27/10).

Na semana passada, o ministro Alexandre de Moraes autorizou a Polícia Federal a colher o depoimento de Bolsonaro em até 30 dias. Um agravo contra a decisão do antigo relator do inquérito, ministro Celso de Mello (aposentado), que havia determinado que o presidente prestasse depoimento de forma presencial, foi retirado de pauta porque, minutos antes da sessão, a AGU informou que o presidente da República tem interesse em prestar depoimento pessoalmente.

Fonte:www.migalhas.com.br

Exibir Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você está na versão offline