Notícias do Mundo Jurídico

Advogado de Bolsonaro diz que sofre perseguição e é vítima de crime

Em entrevista ao Migalhas, Frederick Wassef afirma que foi vítima de ilegalidades cometidas pelo Coaf e que os danos à sua imagem são irreversíveis.
De investigado a vítima: advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef diz que é vítima de crimes e que sofre perseguição.

Em entrevista exclusiva concedida ao Migalhas, Wassef afirma que teve seu sigilo bancário e fiscal quebrados de forma ilegal, foi alvo de fake news e que teve sua reputação manchada por uma investigação realizada sem fundamento.

Após buscar por justiça, conseguiu decisão favorável no TRF da 1ª região que determinou o trancamento de inquérito do qual era alvo. Mas, segundo ele, o dano já estava causado – e é irreversível.

Wassef contou que, quando soube que era alvo de investigação pelo Conselho que controla atividades financeiras, buscou resposta em instituição bancária para entender se houve alguma comunicação ao órgão – mas foi informado que não.

Ele alega que servidores do Coaf, de forma ilegal, o perseguiram e abriram investigação sem qualquer fundamento, realizando um “dossiê” de suas movimentações financeiras.

Buscando reparar o problema, Wassef ingressou com HC no TRF da 1ª região, onde conseguiu decisão favorável para que a investigação fosse trancada. Além disso, a Corte Federal entendeu por bem determinar investigação pela Polícia Federal para apurar se foi regular a atuação do órgão de controle.

Mas agora, afirma, o dano já está feito, e é irreversível.

“Quando se menciona, se vaza para a imprensa, que uma determinada empresa ou PF sofreu uma investigação do Coaf ou existiu afirmação de movimentação suspeita, na prática, no dia seguinte, na semana seguinte, essa pessoa já foi condenada, pré-julgada, pré-condenada, e ali acabou a sua vida.”

Quando perguntamos o motivo de ter sido ele o escolhido para a perseguição que afirma sofrer, Frederick Wassef é categórico: a motivação é política. Ele é alvo por sua relação com Bolsonaro, e o objetivo, na verdade, é atingir o presidente.

Assista à íntegra das respostas de Frederick Wassef:

Fonte: www.migalhas.com.br

Exibir Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você está na versão offline