Notícias do Mundo Jurídico

Banca assessora IPO da Mosaico no valor de R$ 1,2 bilhão

Trench Rossi Watanabe assessorou as instituições intermediárias. O IPO compreendeu a venda de ações por determinados acionistas da Mosaico e captação de recursos pela companhia.
Trench Rossi Watanabe assessorou as instituições intermediárias na colocação de ações no Brasil e no exterior no contexto do IPO da Mosaico, proprietária da maior plataforma digital de conteúdo e originação de vendas para o comércio eletrônico no Brasil (detentora de sites como Buscapé, Zoom e Bondfaro). O IPO compreendeu a venda de ações por determinados acionistas da Mosaico e captação de recursos pela companhia que, em conjunto, totalizou R$ 1,2 bilhão. O foco da atuação do escritório consistiu no apoio às instituições intermediárias que atuaram como coordenadores ou placement agents das ações distribuídas no IPO no Brasil e no exterior, o BTG Pactual, Itaú BBA, Goldman Sachs, XP Investments e JP Morgan.

De acordo com Daniel Facó, sócio e líder das práticas transacionais do escritório, “apesar da complexidade envolvida em transações dessa natureza e das atuais incertezas macroeconômicas que decorrem do desdobramento da pandemia, a consumação bem sucedida desse IPO reforça a mensagem de que, quando devidamente apoiadas por assessores financeiros e jurídicos experientes e dedicados, empresas que estejam dispostas a atender aos níveis de transparência e de boa governança exigidos pela regulamentação brasileira e pelos segmentos de governança da B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão, continuam capacitadas para capitalizar as suas operações por meio de transações de equity capital markets”.

“Assim como o IPO de Intelbras que foi concluído recentemente, essa transação se mostrou particularmente desafiadora diante do cenário político e macroeconômico que estamos vivenciando em razão dos desdobramentos ainda significativos da pandemia e de seus impactos nos critérios de avaliação dos investidores que destinam recursos a transações de equity capital markets. Porém, em conjunto com times qualificados de investment banking que assessoram a Mosaico em seu IPO, seguimos demonstrando nossa expertise e contribuímos para viabilizar de forma eficiente e segura mais uma importante transação de equity capital markets para nossos clientes”, comenta.

Para assessorar as instituições coordenadoras e placement agents no IPO de Mosaico, Daniel Facó contou com o apoio das associadas Paula Ganem e Carolin Brew.

Fonte: www.migalhas.com.br

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo